Curso Corretor de seguros – Para ser corretor de seguros, ao contrário do que muitas pessoas pensam, é preciso ter conhecimento teórico e prático da profissão, para entender o que o cliente precisa e oferecer a melhor solução para ele naquele momento. Por isso, antes de pensar em enviar seu currículo para as empresas disponíveis no Brasil, é preciso fazer um curso de corretor de seguros, para conhecer mais a área e se tornar um profissional especializado e credenciado.

Antes de mais nada, é válido saber que o corretor de seguros deve ser especializado para vender os seguros de empresas seguradoras. Para isso, é necessário saber analisar e avaliar seus clientes, para oferecer os melhores planos de seguros, conforme suas necessidades atuais.

Por isso, é importante obter qualificação técnica e teórica, pois desta maneira o profissional oferecerá com propriedade o produto com melhor custo x benefício para seu cliente e assim conseguirá fechar uma venda com mais facilidade.

É importante saber que o corretor de seguro pode trabalhar com diversos produtos, como:

  • Seguro auto (carro, caminhão e moto):
  • Seguro acidentes pessoais;
  • Seguro fiança;
  • Seguro residencial;
  • Seguro saúde;
  • Seguro viagem;
  • Seguro vida.

No entanto, antes de iniciar o curso, é necessário entender as funções de todos os envolvidos na área, para que você não tenha dúvidas ao escolher o curso de corretor de seguros. Entenda melhor qual a função de cada um:

  • Corretor de seguros: ele representa uma corretora de seguros. Pode atuar como pessoa física, jurídica ou autônoma;
  • Corretora de seguros: empresa que comercializa o seguro da seguradora e oferece auxílio na vigência da apólice;
  • Seguradora: empresa que tem e que gerencia o produto através de seus representantes. Ela é quem reembolsa o segurado pelo sinistro.

Onde estudar para ser corretor de seguros?

É importante saber que para se tornar um corretor de seguros é preciso realizar o Exame para Habilitação de Corretores de Seguros. Depois de o curso ser concluído, o candidato terá registro profissional que será emitido pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP).

Esse registrado dará o “passaporte”, para que o corretor de seguros consiga atuar em sua profissão, de maneira profissional, sem ser barrado por algum órgão.

É válido saber que a Escola de Negócios e Seguros não realiza apenas o exame para habilitação, mas que ela fornece curso e prepara o candidato para a prova e para o mercado de trabalho através do ensino presencial, semipresencial e on-line. A modalidade deve ser escolhida pelo aluno no ato da inscrição, conforme sua disponibilidade.

Já a grade curricular do curso de corretor de seguros é dividida em Capitalização, Vida e Previdência e Demais Ramos. Saiba que o aluno pode se especializar em apenas uma área ou obter a formação completa do curso, abrindo mais o leque de opções no mercado para atuar.

É importante saber que para fazer o exame ou o curso de corretor de seguros, o interessado precisa ter concluído ensino médio. No entanto, se o candidato pensa em ter uma formação mais completa na área, vale investir no curso de Graduação Tecnológica em Gestão de Seguros.

Já na Instituição Escola de Negócios e Seguros é oferecido três opções de estudo para se tornar corretor de seguros: presencial, exame, ensino preparatório a distância e exame. A instituição oferece aulas presenciais por nove meses, dividido em três cursos também, como na instituição anterior, sendo Capitalização, Vida e Previdência.

É válido saber que na Escola de Negócios e Seguros, o curso preparatório à distância inclui material didático que é atualizado periodicamente e que oferecem descontos na taxa de inscrição do exame. Tudo para facilitar um melhor aprendizado do aluno.

Quanto ganha um corretor de seguros?

O profissional formado e atuante no cargo de corretor de seguros inicia sua trajetória ganhando o salário de R$ 1.781,00, mas pode ganhar até R$ 3.986,00. No entanto, no Brasil, a média salarial para corretor de seguros é de R$ 2.585,00, dependendo da região onde ele irá trabalhar.

Como é o mercado de trabalho para corretor de seguros?

Saiba que o mercado de seguros está em constante crescimento e que a profissão de corretor de seguros está entre os destaques para os próximos anos, já que a maioria das pessoas entendeu qual a verdadeira importância em se ter um seguro de vida ou plano de saúde para lidar com situações complicadas, como a pandemia.

Vale lembrar que quanto mais conhecimento o candidato tiver da área de atuação, seja teórico ou prático, melhores serão as oportunidades, por isso, mesmo que não seja obrigatório, é importante fazer um curso superior para garantir sucesso na carreira de corretor de imóveis, se este for seu objetivo.

Isso porque ter um curso superior no currículo aumenta as chances de conseguir as melhores vagas no mercado de trabalho, ter um bom salário no fim do mês e ser conhecido como um ótimo profissional, já que o candidato poderá falar com mais propriedade sobre os temas buscados pelos clientes durante os dias.

Além disso, com o curso superior, é possível adquirir conhecimentos para saber como lidar com a profissão no dia a dia. Saiba que as opções mais procuradas são Administração, Economia e Gestão de Seguros.

Vale lembrar também que o amplo conhecimento da área ajuda o profissional a conquistar cargos mais altos e receber mais por compartilhar conhecimentos com seus clientes. Por este motivo, investir em cursos complementares também pode ajudar a alavancar sua carreira e conseguir ser mais conhecido pelo ótimo trabalho!

Leia Também:

➡️ Curso Técnico em Recursos Humanos 

➡️ Curso Técnico em Enfermagem SENAC

➡️ Curso de manutenção de Computadores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.